Twitter Feed Facebook Google Plus Youtube

22 junho, 2016

Parauapebas precisa vencer

TEREMOS
MAIS
CANDIDATOS?










A inercia do giro tão antigo quanto a vida dos planetas em torno do sol nos demonstra o quanto é difícil nomes recentes que se colocaram na rota da sucessão  a Valmir da Integral lograrem feito a sua intenção:  é inercial, não tem jeito. Jamais poderiam alcançar os cinco primeiros, Darci, Marcelo, Valmir, Chico das Cortinas e Flávio Veras, agora Adelson e Cláudio Almeida. Não tem para ninguém, é perda de tempo e de recursos. 

É, salvo a posse de polpudos recursos, tanto financeiros quanto intelectuais para entrarem na briga para ganhar. Não dá tempo, não há estratégia ou talento disponível. Com todo o respeito. É cósmico!

Vemos uma interessante movimentação ocorrer na ponta dessa corrida: Marcelo Catalão começa a consolidar seus votos e posição. Esperamos algo novo e torcemos que as coisas se definam da melhor forma para Parauapebas.

Claro que Chico das Cortinas é um exemplo de perseverança e possibilidades. Um homem forte e heroico, um exemplo a ser admirado. Fez de Parauapebas uma cidade, permitiu Canaã seguir seu destino. Seria o nome dessa vez se tivesse os recursos lá atrás. Sempre torcemos pelo sucesso de Chico das Cortinas, sempre.

Mas agora, a pré campanha chegando ao final, entramos na campanha de fato. Quem largar na frente não será ultrapassado, teremos um final apertado. Parauapebas tem que vencer.

18 junho, 2016

Bissexuais, homos, heteros e outras etnias...



Os 50 de Orlando, século XXI
... e suas mães, seus irmãos, seus companheiros e amores, seus compromissos e suas vidas... não se esqueçam, não fale bobagens antes de olhar para dentro de si.













Como ainda se justifica matar pessoas por suas opções sexuais. Que horror. Sei dessa condenação há séculos, transito por estes eixos, vivo esta vida e sei seu valor.

O  amor não se entrincheira, o amor é aberto, ocasional, traumático, terrível. Quando chega não escolhe cara, canto, ameaça. O amor não teme e não perdoa. Amor é amor.

Não importa se entre um homem e outro. Uma mulher e outra. Ou um homem e uma mulher. Não importa. E não é moderno fingir que não importamos com  que o outro faz na cama ou nas praças. Porque importamos e nos posicionamos, desconhecendo nós mesmos.

Ou nos escondendo nas sombras de nossas amarguras.

Num mundo onde oitenta por cento dos seus habitantes são bissexuais, como matar por ser diferente. Diferente de que?



Os 50 de Orlando não serão os últimos a cair. Infelizmente as religiões são as primeiras a fomentar o ódio, a disparar o ódio diariamente. Depois as convenções perversas, as mentiras, a simples maldade.

Claro que o assassino era gay. Sabemos que quem maltrata, fala mal, bate, humilha e assassina gays são gays. Meio homens que morrem de vontade de soltar a franga que vive dentro de si. Que morria de vontade de usar seu corpo da forma que bem lhe apetecesse. Mas tinha medo de si e dos seus. Era um covarde, um insano na sua necessidade e na sua falta:  “Só quem tentou sabe como dói, vencer satã só com orações”, João Bosco e Aldir Blanc.


O Brasil é o pais que mata mais  gay no mundo. Precisamos olhar a Orlando que nos espreita. Precisamos assumir a Orlando que somos.

06 junho, 2016

Haja dinheiro!



CANDIDATOS
PRA CARAMBA












Retirei do face este quadro candidatos. Olhem a quantidade de candidatos a prefeito de Parauapebas. É expressivo o numero, quando o custo máximo da campanha ultrapassa os 2 milhões e quatrocentos mil reais. É muito candidato disposto a gastar tanto. É muito financiador de campanha disposto a gastar tanto.

Não fosse a enormidade de recursos disponíveis para pagar a conta. São mais de 1,3 bilhão ano, sem qualquer controle social. 

E dinheiro de ninguém, para canalhas usarem como quiser. Lamentável!

03 junho, 2016

Esperança



CHICO KARATE!



TEMOS muito orgulho dessa criança ontem, lutando contra o destino, lutando nos tatames e hoje este homem espetacular e generoso. Seu sonho se transformou na ÁGAPE e se espalha por mais de mil crianças neste municipio e em Canaã.

Olha quem são suas companhias hoje, além de ter atravessado fronteiras, Palestina, Itália, Peru, São Paulo e o mundo em aberto. Vários campeões de Parauapebas que agarraram a oportunidade como bons brasileiros que são.

Tudo feito em Parauapebas, por coração, dedicação, renúncia, disciplina e muito treino.
Marina Silva é um exemplo de ser humano, transcende. É muito bom vê-los juntos, espero muito de ambos.

Por que será que a prefeitura, principal financiadora da ÁGAPE não quer pagar o convenio mais? Por que será que ninguém consegue fazer Valmir e sua família honrar compromissos que assumiram la atrás, antes das malditas eleições 2016?

ÁGAPE, SORRI, APAE e tantas outras que surgiram para fazer o bem estão em apuros nas mãos dessa  troupe desajeitada e que, em outubro vamos empurrar para o lixo da história.

Quem viver, verá!

01 junho, 2016

Prefeito que não cumpre acordos



GREVE EM PARAUAPEBAS
Novamente. O quanto um gestor incompetente pode prejudicar uma comunidade. Lamentável.







Olhem para a quantidade de funcionários parados por uma greve sem motivos na fala de Vanterlor em rádios pela manha de hoje. Sua fala é a fala dessa gestão incompetente e irresponsável: tudo é culpa dos outros. Mas porque eles não evitaram a greve? Será por que? Fica a pergunta. Na verdade a gestão fomentou a greve não cumprindo com suas promessas e acordos. Agora a população toda paga, sem os serviços.