Twitter Feed Facebook Google Plus Youtube

17 dezembro, 2015

Realismo fantástico com sabor de realidade real

macondo
...Como sabemos bem, Macondo não é um vilarejo das cercanias de Arataca, onde nasceu Gabriel Garcia Márquez. De fato, Macondo é Parauapebas.  Senão como entender tanta loucura, escape e serventia?  Iluminação de Natal milionária, carnaval, entrega de casas, compra de terrenos superfaturados, laudos preventivos. Somos uma sociedade de cegos inebriados por  algum pó mágico que nos imobiliza, incapazes de alguma reação contra o crime, a corrupção ou a violência. Quase marionetes.


O absurdo de ver um juiz negociando a remoção de uma comunidade que ocupa a  mesma região da cidade há 20 anos é terrível, lesivo, cruel. Tao ou mais absurdo que a decisão doa corte de São Bernardo em bloquear nacionalmente o Whatsapp. O judiciário esta se metendo onde nunca deveria entrar. Anos e anos de formação de servidores para isto – respaldar o inominável. É desalentador, é desanimante, é vergonhoso.

E ainda estamos falando do Dr. Jackson... do assassinato de Dr. Jackson.
Que ninguém esqueça!

Ainda mais no nosso caso, quando esta decisão e esta presença acobertam praticas criminosas de uma quadrilha que não  respeita ninguém, nem mesmo a lisura ou as boas intenções do magistrado. Valmir da Integral e seu bando não merecem este respaldo, achincalham a administração publica a relação equilibrada entre os poderes, insistem no velho e no irresponsável, contrastando o quando pode com o social e a sociedade.


Imagino  a animação dos covardes ao praticar o inominável ato de demitir D. Leonice. Como a retaliação covarde e desproporcional deve satisfazer egos e visões de um bando que não pensa no amanha! Demitir uma pessoa que na sua ação defende o correto, o justo, o legal. Como podem num ato covarde denunciarem a si mesmos,  na sua pequenez e ignorância. Todo o esforço do Conselho Municipal de Saúde, D. Leonice à frente foi alertar, proteger, impedir. Se tivessem ouvido este conselho Dr. Rômulo estaria tranquilo, Valmir continuaria a dormir em paz.

E o pior, Leonice fora realmente a lama virá a tona. Não tem mais obrigação de defender um grupo do qual fazia parte.  Quando eles falam em  500 milhões grito, não é isto, é muito mais: acredito, após analisar os gastos de 2013, 2014 e até agora 2015, posso demonstrar claramente que são mais de 650 milhões tirados de nossa cidade. Sim, há os que assustam, Bel e Darci tiraram mais de 100 milhões. Este desgoverno suplanta os dois, apenas no primeiro mandato. Este texto distribuído é pouco, apenas uma amostragem apartir da saúde.

Tenho razões, publicações, acessos e analises suficientes para fazer minhas afirmações. Valmir dissera em off que iria sugar 700 milhões. Ao permitir governo paralelo e azeitar a máquina com sua filha Flávia, a Mendes, Rômulo e todos os passageiros hoje distantes, ele foi conseguindo atingir seu objetivo, hoje fala em reeleição.


Seria uma sociedade muito cínica para reeleger tal monstro e seu grupo. Há crimes comprovados que os remeteria para a cadeia fosse um pais menos corrupto. Mas nem toda a corrupção vai salva-los da punição. Não é possível. O MPE criou ressalvas para não ser impedido. Há meios que serão usados para derrotar a vontade de criminosos como Jatene, como Valmir e sua capacidade excepcional de sedução. Não ficará impune. Estes criminosos pagarão pelos seus delitos, NÃO PODEM COMPRAR A TODOS.