Twitter Feed Facebook Google Plus Youtube

17 novembro, 2015

Quase inacreditável, se não soubéssemos os motivos...

TRAGEDIA LOCAL


Ou como se mata o amanhã














Com as canetas redundantes do  judiciário em Parauapebas fica difícil acreditar se houve algum dia independência entre os três poderes. E não  há mesmo esta possibilidade, porque o poder de ação é do executivo e pronto. Todo o poder de ação. 

Como estamos numa selva de incompetência e ignorância, além da costumeira truculência tudo fica como esta: quebra de hierarquia legal, tribunais se sobrepondo, distancias e diferenças entre cortes estaduais e locais. Ninguém teme nada, nem a lente do fantástico. Mas temos alguns que estão enxergando além das aparências. Há anotações dessas loucuras como as que podem ser lidas aqui




Então, quem tem razão: em matéria eleitoral, o juiz eleitoral ou a juíza de Parauapebas? A quem estão abertamente obedecendo?

SEJA QUEM FOR que esteja ACOBERTANDO VALMIR DA INTEGRAL esta ferrado. Vai pagar caro, seja com sua reputação, seja com sua liberdade. VALMIR é o mais perfeito acabamento do lobo em pele de cordeiro. A prova tai, apesar de desobedecer ordem judicial – esta cada dia mais firme e mais no controle, todos os poderes a seus pés.


Não consigo entender como pessoas esclarecidas possam apoiar tamanha loucura. Todos tem suas responsabilidades e a maior é com o futuro. Estão a  brincar com o amanha.