Twitter Feed Facebook Google Plus Youtube

29 outubro, 2015

A cidade dos excessos e do desperdício.



CRIME  ECONÔMICO








Olhe estas fotos. É para assustar e se fossemos um estado com autoridades detentoras de alguma moral, haveria investigação e seria imputado culpa e pena. Mas aqui apenas não dá. Mostraremos estas imagens já sabendo de antemão que por uma desculpa qualquer jamais teremos culpados. A culpa será dos moveis que foram parar neste lixão vergonhoso. 


Os judiciário vai se envergonhar ainda por se submeterem ao poder do executivo. Apenas estão ajudando a destruir toda e qualquer capacidade de cobrança das massas.

Este silencio covarde em relação aos desmandos de Valmir da Integral estão perigosamente empurrando as massas noutra direção. Estão matando nossa capacidade de reativa perante a corrupção e ao mal feito. Juízes, promotores, oficiais deveriam repensar sua  atitude frente aos descalabros dessa gestão. Não vale a pena, não vai acrescentar em nada nas suas carreiras ou  futuro a não ser explicações.


Este absurdo lixão de coisas boas e aproveitáveis: vamos arrumar este material. Aproveitar e montar um curso e treinar uma moçada. Este material arrumado poderia ser doado  a tanta gente. O material que esta em ótimo estado deveria ser removido imediatamente. É uma indecência este amontoado de equipamentos e moveis ainda bons, descartados pela prefeitura. Um acinte ao bom senso ambiental, ao cuidado com a coisa publica.  Pergunto: cadê os órgãos reguladores, que o judiciário, que o MP e mesmo a Policia?